Highslide for Wordpress Plugin
Liturgia diária
Evangelho: São Vito, mártir
Santo: Santo Adolfo de Osnabrueck, bispo
Pastorais e movimentos
Infância MissionáriaInfância Missionária
Mensagem do pároco › 01/05/2013

Maria, senhora das virtudes! Mães senhoras de virtudes!

Na vivência dos meus três anos de padre, Deus tem me enriquecido com muitos encontros. Encontros cotidianos com pessoas, histórias e acontecimentos. Histórias estas quase sempre difíceis e até mesmo tristes e sofridas; histórias de perdas donde nascem lágrimas, mas também histórias cheias de muita gratidão e alegria. Mas às vésperas da celebração do dia das mães e na vivencia do mês de maio, dedicado à Mãe Maria tenho pensado o quão enriquecedor foram os encontros, as conversas, o silencio e até mesmo as lágrimas partilhadas com as mães neste tempo de ministério. Mães de todos os tipos, com todos os tipos de histórias, mães recentes, mães experientes, mães entristecidas e mães felizes e realizadas.

Na escuta, no olhar sobre a vida das mães que vieram até mim posso afirmar sem medo de errar que a maternidade vivida por muitas destas mães é muito próxima da maternidade vivida por Maria. A coragem, a fé, a determinação e a fidelidade foram as virtudes vividas por Maria e são as virtudes vividas belamente por muitas mães de nosso tempo.

Se fizermos a experiência de acompanhar a vida de Maria descrita nos Evangelhos veremos como ela viveu sua maternidade corajosamente. O sim que dissera a Deus em seu diálogo com o anjo Gabriel na anunciação da bela e decisiva verdade de que seria mãe do Salvador foi o sim que vivera com fidelidade, nas alegrias e realizações, mas também nos desafios de sua maternidade, principalmente nos momentos centrais da Paixão, Morte e Ressurreição de seu filho Jesus.

Os relatos bíblicos descrevem entre outras virtudes de Maria a fidelidade e a coragem de uma mãe que mesmo não podendo se achegar próximo ao seu filho enquanto levava sobre si a Cruz pelas vilas de Jerusalém, o acompanhava amorosamente com seu olhar; que permanecera fiel diante da Cruz no Calvário, tentando fazer com que seu filho pudesse sentir a força do seu amor diante do sofrimento; que sentiu em seu coração a dor de tê-lo morto em seu colo; que chorou e viveu o processo do luto e por isso pôde testemunhar e viver alegremente a verdade da Ressurreição de Jesus.

Diante destas virtudes de Maria, penso que devemos em toda a nossa vida de fé e neste mês de maio em especial nos consolarmos, pois aprendemos da fé da Igreja que Maria é também nossa Mãe. Assim, vivamos nossos dias na certeza de que o modo como Maria viveu sua maternidade com seu Filho Jesus é o modo como Maria vive sua maternidade conosco, sendo mãe fiel e amorosa, estando conosco, nos acompanhando com seu olhar amoroso, chorando conosco em nossas dores, vivendo conosco nossos lutos e se alegrando por todas as experiências de Ressurreição que fazemos todos os dias.

Mas não podemos deixar de rezar com especial carinho por todas as mães que como Maria vivem sua maternidade na fidelidade, vivendo-a nas dificuldades e desafios com fé. Por todas as mães que como Maria em Jerusalém diante do sofrimento de seu Filho, hoje apenas conseguem acompanhar seus filhos com o olhar sem nada poderem fazer, por todas as mães que estão diante da cruz de seus filhos, mães que choram a morte de seus filhos e que vivem neste tempo a dor do luto, que vivendo estas realidades com fé e coragem possam experimentar a alegria da Ressurreição dada a elas todos os dias.

Que Deus abençoe todas as mães!

Pe. Everton Fernandes Moraes


Onde estamos
Largo Santa Angela, 22 - Vila Moraes São Paulo, SP (saiba como chegar)
Horários de Missas

Paróquia Santa Ângela e São Serapião

Segunda-feira, às 15h, Missa pelas almas;
Terça e Quinta-feira, às 19h30;
Sábado, às 16h;
Domingo, às 7h, 10h e 18h;

Toda primeira segunda-feira do mês, às 20h, Missa dos homens;
Toda primeira quinta-feira do mês, às 15h, Missa da saúde;
Toda primeira sexta-feira do mês, às 5h30, Missa do Sagrado Coração;
Toda última quinta-feira do mês, às 17h30, Adoração e às 20h, Missa da família.

Comunidade Imaculada Conceição

Quarta-feira, às 19h30;
Domingo, às 8h30.

Siga-nos