Highslide for Wordpress Plugin
Liturgia diária
Evangelho: 4ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum
Santo: Santa Maria Madalena de Pazzi
Pastorais e movimentos
Pastoral da CatequesePastoral da Catequese
Artigos › 15/12/2017

A alegria que nasce da fidelidade amorosa de Deus

O terceiro domingo do Advento é chamado de Gaudete, pelo convite paulino para nos alegrar com a proximidade do Senhor que vem. Alegria que brota pelo cumprimento das promessas do Deus fiel que ama seu povo e quer a sua salvação. O mundo de hoje conhece a diversão, mas não a verdadeira alegria, é capaz de se entreter, mas não de viver o riso dos libertos e resgatados pela graça divina. Por isso, campeia a depressão e a ansiedade, o ativismo febril que não nos deixa tempo para ver o lado surpreendente e fascinante da realidade que desperta em nós o gozo de ser uma pessoa humana.

Tornamo-nos pesados e sérios demais para acolher a festa do Reino, que acontece na morada dos simples e pequenos que, como Maria, percebe em tudo a mão generosa do Pai e O exultam pelas suas maravilhas. Parece que a tecnologia e o fast-food (tudo rápido e pronto) anestesiaram nossa faculdade imaginativa e de assombro para com os abundantes sinais da ternura divina no nosso dia a dia.

Entretanto, é urgente e necessário, nestes dias, não nos preocuparmos tanto com presentes, mas reaprender a ser uma dádiva e um dom para os irmãos. A caminho de Belém, fiquemos abertos à consolação e à renovada esperança de encontrarmos o Menino Deus, a Alegria da Humanidade, quem nos ensinará onde podemos achar a plenitude e a verdadeira felicidade.

Recuperemos, com Ele, a liberdade de espírito da pobreza e sobriedade simples e dignas, da mansidão e da ternura misericordiosas, para confortar e servir a todas as famílias, especialmente as mais desprotegidas. Trilhemos este percurso rodeado das pessoas que precisam descobrir a alegria de dar e se dar aos outros, a satisfação de conviver em Paz, como irmãos(ãs), com todas as criaturas, construindo o Presépio vivo, a manjedoura cálida e carinhosa dos nossos corações, para Jesus, na nossa realidade e na nossa vizinhança. Deus seja louvado!

Por Dom Roberto Francisco Ferreria Paz – Bispo diocesano de Campos (RJ)




Onde estamos
Largo Santa Angela, 22 - Vila Moraes São Paulo, SP (saiba como chegar)
Horários de Missas

Paróquia Santa Ângela e São Serapião

Segunda-feira, às 15h, Missa pelas almas;
Terça e Quinta-feira, às 19h30;
Sábado, às 16h;
Domingo, às 7h, 10h e 18h;

Toda primeira segunda-feira do mês, às 20h, Missa dos homens;
Toda primeira quinta-feira do mês, às 15h, Missa da saúde;
Toda primeira sexta-feira do mês, às 5h30, Missa do Sagrado Coração;
Toda última quinta-feira do mês, às 17h30, Adoração e às 20h, Missa da família.

Comunidade Imaculada Conceição

Quarta-feira, às 19h30;
Domingo, às 8h30.

Siga-nos